Notícia
Acusado de roubo de cargas é preso no ES
Postado em: 02/07/2015
Acusado de roubo de cargas é preso no ES
A Polícia Civil do Espírito Santo está comemorando uma importante vitória sobre o roubo de cargas! Na manhã de terça-feira, 30 de junho, o titular da Delegacia de Roubo de Cargas, delegado Tarcísio Otoni, prendeu Roberto Carlos, de 31 anos, acusado de praticar pelo menos quatro assaltos a carga de caminhões.

Segundo o delegado, Roberto Carlos seria contratado por uma quadrilha especializada em roubo de cargas somente para executar assaltos. “Ele era o elemento que rendia os motoristas dos caminhões na estrada. E sequer escondia o rosto. Assim, então, foi reconhecido por quatro vítimas”, disse Tarcísio Otoni em entrevista ao jornal “A Gazeta” de quarta-feira, 1º de julho.

Segundo Otoni, pelo menos mais cinco pessoas participavam dos assaltos. A bordo de um veículo pequeno, Roberto e mais uma pessoa emparelhavam com o caminhão que seria o alvo, apontavam uma arma para o motorista e exigiam que ele parasse. A seguir, o condutor era levado refém por outros comparsas em um carro que dava cobertura a toda ação. E um outro criminoso ficava responsável por transferir a carga roubada para outro caminhão.

Também de acordo com informações passadas ao jornal A Gazeta, o delegado Tarcísio Otoni disse que “a carga já possuía local certo para ser armazenada e também um receptador já determinado. Esses pontos eram decididos pela organização criminosa que contratava os executores dos assaltos”.

Além disso, o delegado disse que os caminhões eram escolhidos de acordo com a oportunidade de abordagem dos criminosos.

Somente este ano, 19 roubos de cargas de caminhão foram registrados no Espírito Santo, sendo que três deles contaram com a participação do acusado preso nesta terça, 30. E o titular da Delegacia de Roubo de Cargas acredita que existam ainda mais vítimas de Roberto Carlos.

O superintendente do Transcares, Mario Natali, que tem acompanhado de perto toda a articulação do poder público do Estado para enfrentar o problema do roubo de cargas, está acreditando que o grupo de trabalho recém-criado, envolvendo o ente público e privado em discussões que visam, além do combate, o estudo desse fenômeno e medidas de prevenção, vai melhorar o cenário para o Estado.

“Estamos trabalhando de maneira preventiva para não permitir que o problema se agrave. Em 23 de junho realizamos um workshop sobre o tema aqui no Transcares e uma reunião do grupo de inteligência, em que iniciamos o trabalho de planejamento das ações de integração. E já esta semana recebemos essa ótima notícia. Acho que é uma pequena mostra de que nossas ações não serão em vão”, destacou.


Voltar!