Notícia
Índice de defasagem dos fretes é apresentado durante o Conet
Postado em: 05/08/2016
Índice de defasagem dos fretes é apresentado durante o Conet
Na quarta-feira, 3 de agosto, foi realizada a segunda edição de 2016 do Conet. O evento reuniu um grande número de empresários e líderes do segmento de transporte rodoviário de cargas e logística na cidade de Bento Gonçalves, no Sul do País. A primeira edição deste importante evento para TRC havia sido realizada em São Paulo.

O evento começou com o discurso de Paulo Caleffi, presidente da Fetransul, entidade anfitriã do evento. Caleffi exaltou a presença de várias entidades do setor, mostrando a força do transporte rodoviário de cargas. “É surpreendente que temos aqui 11 federações do transporte de cargas, isso representa 100% das federações brasileiras. Temos também 43 sindicatos, que mostra a força que vai sair daqui com as resoluções. O que tem de representação do transporte está aqui”.

Caleffi também citou a necessidade do realinhamento dos preços que o setor pratica. “O evento foi muito concorrido, muitos transportadores, muitos presidentes de sindicatos, de federações, e associações, e isso demonstra claramente a necessidade que o setor está de realinhar seus preços, realinhar suas tarifas para poderem alimentar qualquer esperança de rentabilidade”.

O presidente da Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística (NTC&Logística), José Hélio Fernandes, durante a abertura, comentou a recessão econômica do País e ressaltou a importância das entidades do setor. “Eu nunca vi uma crise que chegasse com tanta força como essa chegou. É quase como trocar o pneu com o caminhão andando. Nós queremos que as bandeiras de nosso setor nasçam nas bases, nos sindicatos de nosso setor”.

José Hélio também afirmou a importância do evento para o setor. “É um evento muito representativo, com a presença de empresários e lideranças que demonstra a preocupação com esse momento. Temos gente do Brasil inteiro, e isso é muito importante para nós. Todo mundo buscando solução para saber o que fazer nas empresas. Este é um ótimo momento para saber o que pensam os empresários. ”.

Vice-presidente da NC, Urubatan Helou acredita que esta edição do Conet deve ser histórica pelo momento que o País atravessa. “Este evento, momento em que trataremos do INCT (Índices Nacionais do Custo do Transporte) e da evolução dos custos do transporte, pode ser o mais histórico que tenhamos assistido até agora”.

Estudos e apresentações técnicas do setor

Neuto Gonçalves dos Reis, Diretor-técnico da NTC&Logística, levou a público o índice de variação do INCT, feita através de estudos do Departamento de Custos Operacionais – Decope. Para cargas fracionadas, o índice de variação foi de 9,08%. Já para cargas lotação, a variação foi de 7,30%.

Em seguida, o assessor técnico da NTC, Lauro Valdívia, apresentou o resultado da pesquisa sobre a defasagem dos fretes. Entre os números apresentados, vemos uma defasagem de 22,9% nos fretes de carga lotação. Para a carga fracionada o número é de 9,81% abaixo do custo apurado pela NTC.

O evento contou ainda com as apresentações de Alex Agostini, economista-chefe na Austin Rating, que apresentou um panorama geral do cenário macroeconômico do País no período 2016/2017, e de Francisco Pontes, Diretor Executivo da Temarco Logística e Setcarce, que levou uma Proposta de Análise Setorial Transporte De Cargas Encomendas.

O CONET&Intersindical é uma realização da NTC e tem como entidade anfitriã a Fetransul. Além disso, o evento conta com o patrocínio da Autotrac, BgmRodotec, CCR Nova Dutra, Man, Iveco, Cummins, Mercedes-Benz, Sascar, Tnix e Trade Vale.

Fonte: NTC&Logística


Voltar!