Notícia
Sascar também entra pra o time de mantenedores
Postado em: 30/10/2015
Sascar também entra pra o time de mantenedores
Dente os muitos convidados da edição de outubro do Almoço Executivo do Transcares, realizado dia 21, estava o Gerente Regional MG/RJ/ES da Sascar, Wagner Costa. E sua presença tinha um propósito: ele oficializou a entrada da empresa como sócia-mantenedora da entidade. O contrato foi assinado por ele e pelo presidente do sindicato, Liemar Pretti.

Líder de mercado, a Sascar pertence ao Grupo Michelin e é a única empresa do segmento a operar em larga escala com as tecnologias GSM/GPS, via Satélite e Rádio Frequência. Suas soluções fornecem em tempo real o monitoramento de veículos e cargas, também acompanhando o consumo de combustível, velocidade, dirigibilidade, rotas e trajetos, reduzindo custos, mitigando custos e aumentando a lucratividade de seus clientes.

O Diretor Comercial e Marketing da Sascar, Jorge Dib, falou com nossa equipe de Comunicação sobre o que a empresa espera dessa nova parceria. Confira o bate-papo abaixo.

Por que a decisão de entrar para o time de mantenedores do Transcares?

JORGE DIB - Acreditamos na força do Espírito Santo, até em função de sua localização estratégica no Sudeste, e estar no Transcares facilita nossa maior aproximação com os transportadores da região.

A criação de mantenedores é uma tendência de mercado. A Sascar já aposta nesse tipo de parceria ou a entrada no projeto do Transcares é uma novidade para vocês?

JORGE DIB - Entendemos a importância dessa parceria e, inclusive, já temos iniciativa com diversos sindicatos pelo Brasil.

Qual a expectativa da empresa nessa nova parceria?

JORGE DIB - Nossa expectativa é aumentar presença de marca junto aos stakeholders dessa região, gerando oportunidades de negócios, e que possamos levar aos associados o conhecimento de nossas soluções, de como elas podem ajudá-los no aumento da produtividade e na redução de custo.

Vamos falar um pouco da empresa...

JORGE DIB - A Sascar vem crescendo de forma consistente nos últimos anos, com uma taxa anual de 20% desde 2010, muito acima da evolução do PIB. Buscando inovações, a empresa investiu nos últimos três anos cerca de 40 milhões de reais em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias. Com mais de 230 mil veículos, além de 100 mil cargas rastreadas anualmente, possui uma estrutura de instalação e assistência técnica com mais de 400 técnicos de campo e a maior equipe comercial própria do segmento em todo o Brasil.


Voltar!