Notícia
Transcares forma mais uma turma do PCGN
Postado em: 06/12/2015
Transcares forma mais uma turma do PCGN
E está formada a 11ª turma do Programa de Capacitação de Gestores de Negócio (PCGN) do Trancares! A solenidade de entrega dos certificados, seguido por um almoço de confraternização, foi realizada na manhã de quinta-feira, 26 de novembro, na sede do sindicato, em Jardim América, Cariacica. Este ano, o curso de extensão, que continua contando com a chancela da Faesa, formou mais 32 profissionais do segmento de transporte de cargas e logística.

Além dos formandos, participaram da cerimônia o superintendente do Transcares, Mario Natali, que representou o presidente Liemar Pretti, o diretor e a supervisora da Pós-Graduação Faesa, Erthélvio Monteiro Nunes Júnior e Adriana Notaroberto, e os professores Leandro Lino e Alessandra Lamberti.

Mario Natali abriu oficialmente o evento falando da satisfação de formar mais uma turma deste bem-sucedido programa de treinamento que foi criado para o profissional do segmento e que já capacitou mais de 380 pessoas desde sua criação, em 2005.

“Temos um curso customizado à realidade do transporte de cargas e logística, que ganhou a chancela da Faesa e se transformou em curso de extensão. Essa é a segunda turma realizada em parceria com a renomada instituição capixaba de ensino, mas isso não significa que vamos parar no tempo. Temos como prática sempre ouvir o feedback dos alunos e deixar o PCGN cada vez mais alinhado às exigências e demandas do mercado”, destacou Natali.

E dentro dessa proposta, o PCGN ganhará uma nova repaginada para 2016. Sua grade curricular e conteúdo serão readequados. Na prática, isso significa que ele será realizado em 84 horas e cinco módulos, cursados entre março e agosto. As mudanças são resultado de uma avaliação das equipes do Transcares e da Faesa, que mantiveram o foco nos quatro pilares que consideram fundamentais para o desenvolvimento do curso: gestão de pessoas, legislação, meio ambiente e logística.

Representante do superintendente da Faesa, Alexandre Theodoro, Erthélvio Monteiro também enalteceu a parceria criada, mas preferiu focar sua mensagem naquilo que ficará para os alunos neste pós-curso.

“Vocês ficaram oito meses cursando o PCGN e têm uma história de aprendizado que vai muito além das horas em que estiveram efetivamente dentro de sala de aula. O desafio a partir de agora é materializar o que aprenderam. Pegar o conhecimento e transformar em prática. A palavra de ordem é fazer valer a pena todo o tempo investido no PCGN”, disse.

Mesmo não estando presente, Liemar Pretti deixou gravada uma mensagem à turma, em que defendia o papel do programa de treinamento para o desenvolvimento e futuro do segmento. Ex-aluno do PCGN – Pretti fez parte da segunda turma –, ele citou mais uma vez a capacitação como fator essencial de crescimento. “O mercado está competitivo. E sem conhecimento fica muito mais difícil”, resumiu ele, que estava no Sul participando do Encontro Anual da Comjovem (Comissão de Jovens Empresários e Executivos do Transporte de Cargas).

A grande novidade da solenidade de formatura deste ano é que os alunos tiveram que expor um estudo de caso sobre algum tema estudado durante o curso. Eles foram divididos em cinco grupos e cada um teve 20 minutos para expor seu trabalho. Os temas apresentados foram os seguintes: Monitoramento das Rotas da Frota do Contrato de Fretamento – Samarco Ubu; Apresentação e Benefícios do Programa Ambiental do Transporte (Despoluir); Logística Portuária Capixaba e Noções de Comércio Exterior; PRM – Programa de Reciclagem para Motoristas. Segurança, Uma Questão Técnica e Comportamental; e Gestão Estratégica de Frotas – Redução de Custos de Manutenção.

Para os alunos, o certificado do PCGN foi mais uma conquista. “Além de agregar novos conhecimentos, o curso nos propicia uma rica troca de informações com colegas de outras empresas. Ao conhecer as demandas e necessidades do outro, olhamos para o nosso negócio de outra forma”, destacou o Coordenador Financeiro da Vix Logística, Emerson Vagner Subtil.

Para a Coordenadora de Administração e Finanças do Sest Senat de Cachoeiro de Itapemirim, Janine Lacerda, participar do PCGN lhe permitiu conhecer o segmento de cargas de forma mais abrangente. “E quando vemos de perto as principais demandas do segmento passamos e pensar em novas formas de atender aos nossos clientes, já que o Sest Senat existe para o profissional do setor de transportes”, alegou.

Seu colega de unidade, André Caprini, que é o Coordenador de Desenvolvimento Profissional, também ressaltou a importância da experiência compartilhada em sala de aula. Assim como Emerson, da Vix, ele concorda que isso permite um olhar diferenciado e, consequentemente, mais eficaz sobre o segmento e sobre o mercado.


Voltar!